BN20 | Você bem perto da notícia

Saúde

Por Iasmin Brandão

Publicada em 06 de Agosto de 2013 ás 13:14:16

Vírus H1N1

 A gripe H1N1, ou influenza A, é provocada pelo vírus H1N1 da influenza do tipo A. Ele é resultado da combinação de segmentos genéticos do vírus humano da gripe, do vírus da gripe aviária e do vírus da gripe suína, que infectaram porcos simultaneamente. A transmissão pode ocorrer antes de aparecerem os sintomas. Ela se dá pelo contato direto com os animais ou com objetos contaminados e de pessoa para pessoa, por via aérea ou por meio de partículas de saliva e de secreções das vias respiratórias. Segundo a OMS e o CDC (Center for Deseases Control), um centro de controle de enfermidades, nos Estados Unidos, não há risco de esse vírus ser transmitido através da ingestão de carne de porco, porque ele será eliminado durante o cozimento em temperatura elevada (71º Celsius).

Sintomas

Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes. No entanto, requer cuidados especiais a pessoa que apresentar febre alta, acima de 38º, 39º, de início repentino, dor muscular, de cabeça, de garganta e nas articulações, irritação nos olhos, tosse, coriza, cansaço e inapetência. Em alguns casos, também podem ocorrer vômitos e diarreia.

Diagnóstico

Existem testes laboratoriais rápidos que revelam se a pessoa foi infectada por algum vírus da gripe. No caso do H1N1, o resultado demora aproximadamente 15 dias.

Vacina

A vacina contra a influenza tipo A é feita com o vírus (H1N1) da doença inativo e fracionado. Os efeitos colaterais são insignificantes se comparados com os benefícios que pode trazer na prevenção de uma doença sujeita a complicações graves em muitos casos.

Tratamento

É de extrema importância evitar a automedicação. O uso dos remédios sem orientação médica pode facilitar o aparecimento de cepas resistentes à medicação.

Recomendações

* Lave frequentemente as mãos com bastante água e sabão ou desinfete - as com produtos à base de álcool;

* Joge fora os lenços descartáveis usados para cobrir a boca e o nariz, ao tossir ou espirrar;

* Evite aglomerações e o contato com pessoas doentes;

* Não leve as mãos aos olhos, boca ou nariz depois de ter tocado em objetos de uso coletivo;

* Não compartilhe copos, talheres ou objetos de uso pessoal;

* Suspenda, na medida do possível, as viagens para os lugares onde haja casos da doença;

* Procure assistência médica se surgirem sintomas que possam ser confundidos com os da infecção pelo vírus da influenza tipo A.

 

Iasmin Brandão Morais, 24 anos, natural de Conceição do Jacuípe, Bacharel em Fisioterapia, pela Faculdade Nobre de Feira de Santana em 2012, especialista em Pilates pelo Instituto Sarkis de Educação e Saúde, especialista em Saúde Pública pela Faculdade Nobre de Feira de Santana. 

Por Iasmin Brandão

O BN20 não se responsabiliza pelos comentários emitidos pelos BLOGUEIROS. As opiniões, conclusões e afirmações não manifestam a opinião do portal BN20.

SEM Comentários.

Outras postagens de Iasmin Brandão

Publicidade